Técnicas que ajudam a alavancar a motivação para malhar

É difícil encontrar alguém que esteja sempre motivado para ir à academia, correr, nadar, dançar ou fazer exercício físico que for. Por mais que a pessoa goste da atividade que pratica, altos e baixos na força de vontade são normais. “Nossa humanidade é instável por definição. É natural”, explica a psicóloga Ana Kiyan.

Um dos conselhos do personal trainer Eduardo Colmanetti para sair do período de desânimo é criar novas metas. Esse objetivo pode ser quilos a mais para perder, centímetros de cintura para reduzir, músculos dos braços para aumentar, qualidade do sono para melhorar, ansiedade para diminuir ou qualquer outra necessidade que você identificar. O grau de dificuldade, porém, deve ser mudado gradativamente, já que algo muito rígido pode piorar ainda mais a motivação.

Outro ponto que não deve ser radicalizado é a dieta. Seguir um cardápio muito restrito é um atalho para cair no desânimo, pois deixa a pessoa fraca e sem energia. O baixo consumo de carboidratos (pão, bolacha, aveia, barra de cereal, macarrão, arroz, batata) também afeta o humor. Ana ressalta ainda que restrições acentuadas na alimentação exigem um sacrifício disciplinar muito grande, tudo o que você não precisa quando já está desestimulado.

Focar na sensação que tem após malhar, em vez de só pensar na preguiça, é mais uma técnica que pode ajudar. Como se exercitar faz o organismo produzir endorfina, um dos neurotransmissores responsáveis por prazer e relaxamento, algumas pessoas chegam até a ficar irritadas, ansiosas, depressivas, cansadas e com péssimo humor quando deixam de fazer atividades físicas.

A velha saída de encontrar uma companhia para se motivar também pode ser usada. Procure um amigo ou uma pessoa com quem se divirta. “Quando se vê o mundo mais colorido, se presta mais atenção nas pequenas coisas e assim a atividade deixa de ser vista como monótona”, diz Colmanetti. Por isso, se seu colega de malhação também estiver desanimado, o tiro pode sair pela culatra.

Caso não ache ninguém para lhe acompanhar, um personal trainer pode ser a solução. Com treinos desenvolvidos especificamente para você e praticados nos horários que melhor se encaixam na sua agenda, malhação pode se tornar muito mais agradável. Além disso, a companhia de alguém com quem possa conversar e passar boas orientações sobre os exercícios também é motivadora.

Procurar realizar exercícios no início do dia é outro segredo para se manter empolgado. Isso porque, segundo um estudo publicado no jornal Psychology and Health, existe uma certa quantidade de força de vontade limitada para cada dia. Portanto, à medida que as horas passam e as pessoas destinam atenção para outras atividades cotidianas, a motivação é perdida.

Independente da técnica utilizada para recuperar a animação, o importante, destaca Colmanetti, é não deixar a situação se estender por muito tempo. “Desmotivados não conseguimos despender energia suficiente para atividade nenhuma. Motivados, não só conseguimos realizar os exercícios com mais facilidade, como temos mais prazer e resultados”.

Fonte: Minha Vida
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s