[cultura.pop] O Que Esperar Quando Você Está Esperando | Crítica

Depois do grande sucesso de Simplesmente Amor, que trouxe de volta à tela dos cinemas os filmes com múltiplas histórias que se entrelaçam sutilmente, os estúdios decidiram apostar mais uma vez no novo estilo. Também composto por um elenco repleto de grandes nomes de hollywood, O Que Esperar Quando Você Está Esperando (What to Expect When You’re Expecting, 2012) segue nas mesmas linhas do longa mencionado acima, mas apresenta um olhar mais refinado ao gênero.

Aqui são seis histórias paralelas: Jules (Cameron Diaz) e Evan (Matthew Morrison), ela uma personal trainerapresentadora de um reality show de perda de peso, ele um dançarino profissional de um reality show no estiloDança com os Famosos; Holly (Jennifer Lopez) e Alex (Rodrigo Santoro), ela uma fotógrafa que está entre trabalhos, ele um produtor musical de sucesso; Wendy (Elizabeth Banks) e Gary (Ben Falcone), ela dona de uma loja de produtos infantis, ele um dentista de celebridades; Skyler (Brookly Deker) e Ramsey (Dennis Quaid), ela uma modelo bonitona, ele um ex-piloto da NASCAR e pai de Gary; Rosie (Anna Kendric) e Marco (Chase Crawford), ambos jovens chefs de trailers de comida; e finalmente Vic (Chris Rock), Gabe (Rob Huebel), Craig (Thomas Lennon) e Patel (Amir Talai), mais conhecidos como “os caras”, grupo de pais que se reúne semanalmente para uma tarde sem julgamentos, longe de suas esposas.

Apesar do grande número de personagens e tramas, O Que Esperar consegue se manter leve e amarrar todas as histórias de maneira convincente. Baseado no livro homônimo de não-ficção sobre todas as possíveis sensações e experiências pelas quais uma mãe pode passar durante sua gravidez, o longa também acaba se encaixando na categoria dos filmes que tem como ponto de partida um assunto sem trama. Neste fator, O Que Esperar cumpre muito bem seu papel, apontando problemas e possibilidades diferentes em cada um dos casais – desde a gravidez de gêmeos, aborto espontâneo, gravidez não planejada, adoção, fertilização, problemas durante a gestação, complicações e facilidades no parto, diferença de idade entre as mães e pais, entre outros.

Para interligar todas as tramas, algumas coincidências acabam ficando ilógicas e irreais – um bom exemplo é que, como se em um passe de mágica, todos os casais do filme tivessem seus filhos no mesmo dia, no mesmo hospital. No entanto, a conexão entre os personagens permanece sutil e compreensível: Gary é filho de Ramsey, que é casado com a prima de Rosie, Skyler, que contrata Holly para ser a fotógrafa oficial da família – e todos assistem ao reality show de dança com Jules e Evan. Tudo isso, entre outros pequenos detalhes, acabam por completar a colcha de retalhos que é O Que Esperar.

Diferente de Idas e Vindas do Amor e Noite de Ano Novo, que não exploram por completo o potencial de seu elenco de estrelas, O Que Esperar dá espaço para todos em seu time. Trazendo um bom leque de cenas cômicas misturadas com algumas injeções dramáticas, o filme acaba por se tornar ainda mais relacionável àqueles que tem um bebê em sua vida – ou um por vir. Mesmo que uma das tramas não se encaixe em alguma situação pela qual você já experiênciou, não se preocupe. Alguma delas vai.

(PS.: Aos curiosos que vão assistir este filme por causa de Santoro, um aviso: o ator brasileiro tem, sim, muitas falas. Dentro de sua relação com a personagem de Lopez, Santoro tem duas tramas – a da adoção ao lado de sua esposa e a com os “caras”, com quem se encontra para receber dicas sobre paternidade. O ator desenvolve ambas muito bem, além de mantê-las durante toda a duração do longa.)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s