Tabagismo aumenta risco de leucemia e linfoma

O hábito de fumar está comprovadamente relacionado a diversas doenças, como câncer de pulmão, boca e pâncreas. Por isso, uma das primeiras recomendações dos especialistas para quem deseja ter longevidade é largar o vício. Agora, um estudo publicado no British Journal of Cancer dá mais um motivo para parar de fumar: o tabagismo também pode estar relacionado a um risco aumentado de desenvolver leucemia e linfoma.

A pesquisa conduzida por um especialista da Oxford University, na Inglaterra, acompanhou 1,3 milhão de mulheres adultas durante dez anos. Foi descoberto que o cigarro estava relacionado a diversas doenças do sistema linfático. Entre elas, o linfoma de Hodgkin. Fumar 20 cigarros por dia, por exemplo, pode dobrar as chances de desenvolver a condição.

Outro ponto relevante do estudo foi a associação do vício à leucemia. Ao longo da análise, 9 mil participantes desenvolveram a doença, ou seja, oito em cada mil participantes. Entre as não fumantes, a incidência foi de seis em cada mil mulheres.

A leucemia é uma doença maligna dos glóbulos brancos, cuja característica principal é o acúmulo de células jovens anormais na medula óssea, substituindo as células normais. Sua origem é desconhecida na maior parte das vezes. Já o linfoma de Hodgkin é um câncer que afeta o tecido linfático e, assim como a leucemia, não tem causa conhecida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s